Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Casa na aldeia

02.02.23, MM
Um dia arranjarei uma casa na aldeia Com um alpendre com vista para o mar Chorarei na minha viola o meu amor por ti Versos sentidos de quem te quer amar   Um dia arranjarei uma casa na aldeia Com um baloiço com vista para a serra Serás rosa dos meus campos a florir Sementes brotando na abundante terra   Um dia arranjarei uma casa na aldeia Com uma sacada feita de lençóis de cetim Pecados cometidos em noites de luar Intimidades partilhadas do nosso jardim   Um dia arranjarei uma (...)

Sonho

21.01.23, MM
Perco-me na tua beleza que me prende o olhar Vaga-lumes cintilantes que me deixam aluado, suspirado E eu, só queria estar ao teu lado   Moves-te no meu pensamento sensualmente  E eu observo-te maravilhado feito menino adolescente Enfrentando timidamente o seu primeiro amor Ai que calor!   Tento disfarçar o indisfarçável Palpitações alucinantes em batimentos estonteantes E eu hipnotizado com o teu sorriso Vagueio sem saber onde tenho o juízo   Viajo pelos teus cabelos esvoaçantes Fei (...)

Musa de inspiração

08.01.23, MM
A minha poesia já não flui Os meus versos não querem rimar Pareço uma sombra do que um dia já fui Procurando uma musa que me faça inspirar Mas teimo, renasço e volto a acreditar Perdido em melodias de encantar Que me façam esquecer a dor Voltar a acreditar no amor Trilhando de mãos dadas os campos floridos Envolvidos em contos de fadas adormecidos Eu príncipe, tu Cinderela Fiona e  Shrek Que importa, que interessa E no meu sorriso, quero apenas lembrar-me do quanto és bela   (...)

Renascer

22.12.22, MM
  E do silêncio se fez grito quando a minha alma se dilacerou Tormentos sofridos em prantos de traição Sentimentos enterrados escondendo a solidão Sonho encantado que um dia se desmoronou Mas a vida continuou   Bati de frente com um novo amor Frio na barriga, borboletas a esvoaçar Noites inteiras imaginando um novo luar Pétalas perfumadas de uma nova flor  Mas foi apenas um sonho de encantar   Renasci em amores do antigamente Químicas e físicas explodindo de prazer Memórias (...)

Erotismos - Desejos

11.12.22, MM
Devolvo a inocência aos tempos imemoriais Liberto as correntes de consciências sentimentais Hoje quero sentir o desejo que arde dentro de mim Pecados carnais perdidos em jogos de sedução Corpo a vibrar em estradas de prazer Eloquências emaranhadas no íntimo da paixão Sentir o meu corpo no teu, que tesão Dedilhar a tua espinha dorsal até ao centro do teu prazer Levar-te à lua Fazer-te gemer, ver-te enlouquecer Pele arrepiada, sentinela arrebitada De sentir o meu prazer duro De em (...)

Simples amigo

20.11.22, MM
Há histórias que um dia ficaram por contar Desejos de beijos que não chegaram a acontecer Sentimentos enclausurados por revelar Esperanças renovadas num novo amanhecer   Deixa o manto da noite te aconchegar Sonhos que o coração deseja viver Embriagados no néctar dos deuses Embalados em melodias de encantar Relaxa, vou-te preparar o jantar Luz das velas, lareira acesa É hora de brindar Corpos entrelaçados neste sentimento Eloquências de quem quer amar De alma, de coração Viver (...)

O coração e a razão

10.11.22, MM
  Habitam em mim sentimentos que não consigo decifrar Bichinhos carpinteiros cozinhando o meu destino Que desatino Palavras enredadas em teias que não consigo soletrar Nem sílabas, nem frases, nem noites ao luar Somente uma dor, um ardor Inexplicável, implacável  Que trespassa o âmago do meu ser Sem amanhecer, sem anoitecer E eu, só queria saber a razão Das gaivotas fugirem da tempestade Ai que saudades De sentir o coração ao vento Perdido no tempo Voando nas asas da liberdade Sentind (...)

Pensamentos

06.11.22, MM
No que pensas quando bate a saudade E as luzes da cidade se apagam Onde os sonhos ganham as asas da liberdade E as almas em dormências se embriagam   No que pensas quando te envolves na tua almofada Segredos revelados de uma alma atormentada Que não dorme, chora Em silêncios afogados Ansiando a chegada da madrugada Que não chega, nem a alma aconchega Sentimentos aprisionados em calabouços zarpados Para alto mar, que ninguém pode chegar Inacessível ao que sente o coração Mas ele sente Ele não mente

Cansei-me

03.09.22, MM
Cansei-me de histórias antigas em enredos viciados,  Promessas perdidas em destinos não traçados  Lembranças do que podia ter sido mas nunca aconteceu Química forte que um dia esmoreceu   Cansei-me de quem passa o tempo a adiar "É para próxima que hoje não vai dar" "Vai com calma que um dia vai acontecer" Mas o tempo passa e apenas eu fico a perder   Cansei-me de quem fica no limbo do meu ser Sem saber se quer entrar ou desaparecer  Indecisões escritas em mensagens codificadas Ilus (...)

Simples amigo

07.08.22, MM
Engulo palavras que não te consigo dizer Sentimentos aprisionados receando te perder Vagueio no vazio divagando em mensagens ocas Que até ti faço chegar em palavras loucas Mas nada faz sentido E eu aqui, perdido Insistir, desistir Continuar, partir E eu já nem sei o que estou a sentir   Queria estar contigo, agora, neste momento Deslumbrar-me no teu olhar que me apaixona Que me aprisiona Juntos abraçados sentindo a brisa do vento Corpo quente, desejo eloquente Carícias perdidas em (...)