Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Tempestade

14.09.22, MM
Chove torrencialmente Águas furiosas trazidas pelo vento Suposições nefastas assolam o meu pensamento Deuses irados lançando o veneno da serpente Que visão proeminente Caos instalado num vazio inusitado Apocalipse afogado num mar turbulento Ilusões de óptica perdidas em pecado  Mas o coração não mente São lágrimas de sofrimento, sem alento Ausências tuas no meu acordar Aguardando uma mensagem tua Que tarda em chegar Numa manhã sem sol, sem madrugada Nem pássaros a cantar A (...)

Cansei-me

03.09.22, MM
Cansei-me de histórias antigas em enredos viciados,  Promessas perdidas em destinos não traçados  Lembranças do que podia ter sido mas nunca aconteceu Química forte que um dia esmoreceu   Cansei-me de quem passa o tempo a adiar "É para próxima que hoje não vai dar" "Vai com calma que um dia vai acontecer" Mas o tempo passa e apenas eu fico a perder   Cansei-me de quem fica no limbo do meu ser Sem saber se quer entrar ou desaparecer  Indecisões escritas em mensagens codificadas Ilus (...)

Ausência

22.08.22, MM
Escrevi os nossos nomes na areia E pedi ao mar para os levar Até ti, à tua presença Mas partiste para outro lugar Onde não te consigo encontrar E no abafado horizonte, apenas a tua ausência Que me dilacera o coração De não te ter, aqui, ao pé de mim De mãos dadas, a passear por um qualquer jardim   Escrevi os nossos nomes na areia Na esperança de te ver Qual deusa, qual ninfa, qual sereia Quimera perdida na maresia Esfumaçando dentro do meu ser De tanto te quer, assim, para mim (...)

Simples amigo

07.08.22, MM
Engulo palavras que não te consigo dizer Sentimentos aprisionados receando te perder Vagueio no vazio divagando em mensagens ocas Que até ti faço chegar em palavras loucas Mas nada faz sentido E eu aqui, perdido Insistir, desistir Continuar, partir E eu já nem sei o que estou a sentir   Queria estar contigo, agora, neste momento Deslumbrar-me no teu olhar que me apaixona Que me aprisiona Juntos abraçados sentindo a brisa do vento Corpo quente, desejo eloquente Carícias perdidas em (...)

Desde quando

28.07.22, MM
Desde quando é que tens medo Desde quando o nosso amor virou segredo Desde quando perdemos a inocência E os mais puros sentimentos viraram indecência   Desde quando achas que universo nos separou Se as nossas almas se continuam a amar Os deuses dizem que a nossa história ainda não acabou E nas estrelas está escrito que juntos vamos ficar   Desde quando deixei de fazer parte dos teus pensamentos E jogaste as nossas promessas de amor aos sete ventos Murmurávamos ao tempo que juntos (...)

Silêncios

29.06.22, MM
Silêncios Que na alma fazem gritos  Murmúrios de um vazio atroz  Suplícios na casa dos malditos Que no vácuo projetam a sua voz   Silêncios  De quem espera e desespera O passar dos dias avante Sem fantasia, sem quimera Sem um abraço reconfortante    Silêncios  Numa tela em tons de branco Memórias perdidas ao vento Contempladas num qualquer banco Numa vida sem qualquer alento   Silêncios  Feitos de revoltas contidas  Escritas em papiros de amarguras Sem asas para voar (...)

Já tudo fiz...

28.06.22, MM
Já dei amor a quem nunca o mereceu Já sofri por quem um dia se arrependeu Já fugi de quem me amou Já esperei por quem nunca voltou   Já me afoguei em lágrimas derramadas Já desesperei por palavras trocadas Já chorei em noites estreladas Já desiludi mulheres por mim apaixonadas    Já quis fazer amor a ver o mar Já desejei-te em noites de luar Já sonhei que me podias amar Já ousei perder-me no teu olhar   Já tudo fiz sem nada realizar Mar de emoções feito de ilusões Des (...)

O fim e o princípio

02.06.22, MM
Há assuntos complicados de falar, quer pela sua natureza, sensibilidade e repercussões. O divórcio significa quase sempre o fim de um percurso trilhado a dois, de projetos que um dia ficaram interrompidos abruptamente por uma ou ambas as partes, de sonhos que ficaram por realizar. Mas sempre tive consciência que são situações próprias da própria vida, de sentimentos que esmorecem, de trilhos que são traçados separadamente, de um conjunto por vezes extremamente complexo de (...)

Primavera, poesia e esperança

29.03.22, MM
E se o mundo da primavera fizesse esperança  E o sonido das armas fosse o riso de uma criança E se as palavras proferidas fossem apenas poesia Escrita nas entrelinhas nas ordens demandadas Canhões mágicos disparando apenas fantasia Corações atingidos por balas extravasadas Feitas de amor e alegria   E se o perfume da primavera chegasses aos corações Inércias de quem mata desconhecendo as razões Vidas desfeitas, almas imperfeitas Obscurantismo, sonambulismo, fanatismo E onde (...)

Incerteza

27.03.22, MM
Espreitava o telemóvel a cada momento E a tua imagem não me saía do pensamento Caixa vazia sem nenhuma notificação  Tentando perceber a verdadeira razão   O meu dia ia esmorecendo pouco a pouco E ao anoitecer já me sentia quase um louco Como seria possível teres-te esquecido de mim Dos nossos passeios pelo jardim Onde sonhava com o teu beijo envolvido em lençóis de cetim   Será que tudo foi minha ilusão  Traição perpetuada pelo meu coração  Será que sentia este amor (...)