Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Dilemas e poemas

17.03.24, MM
Sou feito de poemas Retratos de uma vida passada Memórias à beira da autoestrada A ver a vida passar   O caminho está tão perto De me salvar da minha salvação Mas estou preso ao coração  De quem não sabe se há de ir ou ficar   E assim prossigo entre poemas Caminhos trilhados entre dilemas Sentimentos enclausurados há muito tempo Fragmentos de mim  Pensamentos envolvidos em lençois de cetim Fantasias que nunca passaram de um contratempo    Embriago-me em mais um poema Sí (...)

Madrugada

13.08.23, MM
Esperei por ti na hora marcada Onde os sonhos são possíveis  As estrelas são visíveis E o grilar é o som da madrugada   Queria-te aqui, agora, neste momento Plantarmos nos campos este meu sentimento Vê-lo florescer a cada nova madrugada Onde o silêncio ecoa na noite estrelada   Queria o teu rosto a tapar o sol que me ilumina E no teu sorriso viver o que a vida nos ensina Que dois corações juntos a palpitar é a felicidade Vem nesta madrugada matar-me a saudade   Caminho na (...)

Entre o rio e poesia

10.08.23, MM
Entre o rio e a poesia que te escrevo Moram sentimentos que declamá-los eu não me atrevo Fragrâncias emanadas pelo meu coração  Propagadas no encanto do teu jardim Simbiose perfeita entre amor e paixão E o desejo de te ter nos meus lençóis de cetim   Esvoaçam borboletas saídas de parte incerta Rumam ao horizonte do teu terno olhar Transportam sonhos de uma janela entreaberta Melodias silábicas escritas em papiros de encantar Eu e tu Tu e eu Corpos dançando numa pauta musical Evocand (...)

Perdido

23.07.23, MM
Estava tão embriagado na minha lucidez Que nunca percebi que tinha chegado a nossa vez Sonho lindo que nunca virou realidade Quimera perdida que hoje mora na minha saudade De te ter em mim Mergulhados em lençóis de cetim Numa história que eu nunca quis que tivesse um fim Mas que nem sequer chegou a começar Que não virou história de encantar   Estava tão concentrado na minha insensatez Que talvez tenha deixado passar a nossa vez Sentimentos que ficaram enclausurados Em destinos (...)

Contratempo

03.07.23, MM
Percebes que haverá sempre um contratempo Para quem és apenas um passatempo  Que não sente em si a saudade Nem tão pouco a vontade De se perder nos teus braços De sentir no seu corpo os teus amassos   Serás sempre um contratempo Uma história que alguém nunca irá escrever Página em branco amarrotada em desculpas De quem nem tão pouco sente as culpas De saber que está a fazer sofrer   Vives na eterna desculpa do contratempo Do cansaço, do embaraço,  De quem passa o tempo a adiar (...)

Erotismos - Abraço-te por trás

14.06.23, MM
Abraço por trás. Nesse momento quebro todas leis físicas do universo. Ouso desafiar a forte química que existe entre nós.  Tudo começa quando nos encontramos num mero acaso da vida, ou talvez não, talvez estivesse mesmo escrito nas entrelinhas de um destino forjado em papiros mágicos desde o início dos tempos imemoriais. A ideia é bem simples, bebermos qualquer coisa refrescante naquele fim de tarde quente. Mas “simples”, foi sempre um conceito complicado entre nós, e essa (...)

Lágrimas

09.06.23, MM
Em quantas camas terás ainda que dormir Para perceberes que não são feitas de sentimentos São meros aconchegos imaginários que um dia te farão partir Areias movediças onde afogas os teus lamentos   Quantas lágrimas terá o teu rosto que derramar Num coração amargurado que não pára de sangrar Sonhos desfeitos ecoados no teu olhar Quimeras perdidas de quem apenas desejava amar   Em quantos corpos terás ainda que tocar Quantas bocas terás ainda que beijar Quantos orgasmos (...)

Mãe

17.05.23, MM
* Tinha este post preparado para o dia da mãe... mas no fundo, todos os dias são bons para ser dia da mãe!   Mãe é mãe, independentemente de ser biológica ou de coração, de estar casada, solteira ou inserida numa nova família, de ter a oportunidade de estar sempre presente ou estar longe por força das circunstâncias. Mãe é mãe, ontem, hoje e todos os restantes dias do ano. Mãe é mãe, seres com um coração infinito num amor incondicional em prol da felicidade dos filhos. M (...)

Palavras singelas

16.04.23, MM
diz-me o que entendes por amor que de amor eu não entendo nada aguardo a chegada da noite escura  mas só ouço o silêncio da madrugada e ela apenas mostra-me a dor que no tempo grava e perdura   fala-me dos teus singelos sentimentos das tuas tardes passadas à beira-mar a ouvir os conselhos que ele tem para te dar são apenas maresias envolta em dias cinzentos que invadem o meu dia mundano palavras projetadas num tempo insano   confessa-me os teus amores antigos paixões (...)

Erotismos - lábios com lábios

15.04.23, MM
Entrelaço os meus dedos nos teus dedos suados Língua desenlaçada na tua pele arrepiada Suave deslizar em segredos por desvendar Sangue que fervilha no coração em ardente paixão Que tentação! Deixar a alma do desejo vaguear sob o teu corpo desnudado E a lua? Sussurra-me que estás de alma nua Luz lunar desvendando os caminhos que devo traçar Trilhos percorridos em leviandade Contorcionismos ritmados na tua sensualidade   Lábios com lábios  Língua com língua Beijar, (...)