Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Abraço

06.09.23, MM
Queria fazer do teu abraço a minha morada Levar-me ao céu, chamar-te de minha amada Permanecer dentro de ti, assim Fazendo amor em lençóis de cetim E depois, abraçar-te, amar-te Permanecer em ti, em mim Aguardando na noite o fim Da espera, e quem me dera Recomeçar Regressar à madrugada Chamar-te de minha amada Reiniciar Renascer Voltar a viver Este amor em ti, sem fim Renascidos num abraço Desatar os nós, fazer um laço Reunir todos os pedaços Reconstruir o coração Sentir a (...)

O fim e o princípio

02.06.22, MM
Há assuntos complicados de falar, quer pela sua natureza, sensibilidade e repercussões. O divórcio significa quase sempre o fim de um percurso trilhado a dois, de projetos que um dia ficaram interrompidos abruptamente por uma ou ambas as partes, de sonhos que ficaram por realizar. Mas sempre tive consciência que são situações próprias da própria vida, de sentimentos que esmorecem, de trilhos que são traçados separadamente, de um conjunto por vezes extremamente complexo de (...)

Recomeçar

18.04.22, MM
Ficamos presos ao quotidiano Conformados com um destino há muito traçado  Acreditando piamente que tudo estava destinado… Destinado? Que engraçado! Logo que não fico conformado   Tento libertar-me do sonambulismo melancólico Que me corrói a alma dormente Pensamentos abstratos roçando o caótico Paralisando a minha mente, que mente Sorrateiramente Mas a mim não me engana, é insana Sou dono de mim, do meu destino Livre arbítrio carregado de possibilidades De novas oportunidades Timonei (...)