Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

devaneios

05.05.21, MM
Sentado junto ao rio divago sobre a vida, sobre a natureza. Observo enternecido dois passarinhos que indiferentes a tudo interagem entre si, e eu questiono-me o que eles tanto "falam"? Talvez das aventuras passadas em pleno voo, das maravilhas que observam, dos lugares fabulosos e campos verdejantes que sobrevoam, altivos, senhores do seu destino. Talvez saibam muitos segredos, passagens secretas ou até mesmo dos amantes que se encontram às escondidas. Mas apesar da minha curiosidade, (...)

Primavera - poesia em movimento

21.03.21, MM
a primavera é poesia em movimento é uma brisa, é o calor,  o perfume de uma flor é o renascer de um novo sentimento, alento é o princípio de uma nova canção melodias soltas exortando paixão   é a chegada dos pássaros cantantes trazendo notícias de terras distantes novidades frescas contadas em segredos histórias partilhadas nos seus enredos reveladas sob os ninhos construídos saudando os prósperos tempos bem-vindos talvez o prenúncio de um novo amor palavras soltas num (...)

A tua mensagem

12.03.21, MM
É mais uma noite nefasta. A ausência de notícias tuas correi-me por dentro, entranha-se num sufoco perpetuado, numa arritmia que me deixa à beira da loucura. Nem mesmo o aconchego dos cobertores, ainda com o cheiro de acabados de lavar, sossega o ímpeto de ter notícias tuas, nesta minha ânsia insaciável de querer estar contigo.  Fecho os olhos mas o sono não aparece. Provavelmente perdeu-se no meio da tempestade que ocorre lá fora, onde a chuva cai compulsivamente, rivalizando (...)

Amanhecer

17.01.21, MM
  A alvorada é incessantemente um acontecimento maravilhoso, inspirador e por vezes transcendental. Não significa necessariamente que a noite também não o seja, mas o amanhecer traz uma magia cintilante, resplandecente, fazendo despertar sentidos adormecidos pelo cansaço. Quando os primeiros raios de sol invadem a casa, já à muito a minha alma pressentira a sua chegada. Preparou-se minuciosamente para o seu aparecimento, abrindo todas as portas e  janelas, permitindo a entrada da (...)