Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Erotismos - Desejos

11.12.22, MM
Devolvo a inocência aos tempos imemoriais Liberto as correntes de consciências sentimentais Hoje quero sentir o desejo que arde dentro de mim Pecados carnais perdidos em jogos de sedução Corpo a vibrar em estradas de prazer Eloquências emaranhadas no íntimo da paixão Sentir o meu corpo no teu, que tesão Dedilhar a tua espinha dorsal até ao centro do teu prazer Levar-te à lua Fazer-te gemer, ver-te enlouquecer Pele arrepiada, sentinela arrebitada De sentir o meu prazer duro De em (...)

Erotismos

16.09.22, MM
Será que me amas no silêncio da noite Por entre pensamentos divagantes Lusco-fusco no trilho dos amantes Onde cobres o teu corpo desnudado Com um majestoso manto feito de estrelas Suaves toques no teu segredo sagrado Onde até as princesas singelas  Cometem o seu íntimo pecado   Será que me amas no silêncio da noite Quando a lua ilumina o teu corpo desnudado Desejos proibidos ousando a emancipação Sentimentos aprisionados no coração Ansiando a libertação Procurando a satisfação Atr (...)

Lua II

10.09.22, MM
Observo a lua que me guia na escuridão  E nos passos que dou, levo-te no meu pensamento  Penso em mim, penso em ti, penso em nós  Suaves melodias que guardo no coração Numa pauta escrita de sinceros sentimentos Caixa de música onde dançamos os dois a sós    Deambulo por entre os escombros da solidão Os mesmos escombros onde gostava de consumar esta paixão  De mãos dadas observando o luar E eu hipnotizado no teu olhar Desejos reprimidos que não consigo exprimir Dos teus (...)

Lua

09.09.22, MM
Hoje queria-te assim, nua De alma despida, enfeitiçada pela lua Caminhando passo a passo sobre finas areias Até  mim Mergulhando no mar dos meus lençóis Lentamente, libidinosamente, emaranhada nas minhas teias Toques suaves em carícias de cetim  Atração,  sedução,  corpo ardendo de paixão Ofegante respiração, tesão  Eloquências,  turbulências  Orgásmicas luminescências Êxtase total Recriação animal   Hoje queria-te assim, nua Poderosa Artemisa, dona da lua Sens (...)

Silêncios

03.02.22, MM
Silêncios Murmúrios gritantes de uma alma revoltada Sentimentos perpetuados numa noite de luar Choros desassossegados pela pessoa amada Rasgando compulsivamente do dicionário o verbo amar   Silêncio! Que se cale a voz emanada do coração Sofreguidão, solidão, sempre a mesma ilusão Acabar o dia numa cama a chorar, desilusão Porquê? Diz-me apenas porquê Silêncios enclausurados numa vida imperfeita Caminhos descruzados em encruzilhadas perfeitas Acordar, adormecer, sonambulismos (...)

Luar

22.01.22, MM
Lua que navegas no meu imaginário Íntimo de mim que percorreres com prazer Trazes à imagem vivências de um homem solitário Ousando um louco amor poder viver   Sigo as curvas do teu corpo dançante Embebido na tua silhueta hipnotizante Contornos corporais em caminhos de perdição Toques promíscuos carregados de paixão Eu aqui, fervilhando de desejo do teu ardente beijo Respiração contida num gemido ofegante Vibrações cósmicas numa dança delirante   Lua que me encaminhas e (...)

Oh lua, oh luar,

10.12.21, MM
  Sigo os caminhos da noite escura que me invade a alma Soltam-se em mim os desejos carnais que ouso desfrutar com calma Becos, dunas, mansões ou meras casas abandonadas Antros de prazer amordaçados por saias amarrotadas, molhadas Feitiços hipnóticos protagonizados pela cheia lua Eu aqui, desejo ardente, eloquente, de nos meus braços ter-te nua Desnudada, enfeitiçada, atiçada, mordendo o isco, arrebitada Corpos exaltados, excitados, roçando o clímax da tesão Fogo ardente (...)

Feitiço da lua

06.11.20, MM
E se esta noite te deixasses enfeitiçar pela lua Libertasses a tua alma, o teu corpo, o teu ser E sorrateiramente no meu quarto surgisses nua Atiçada por uma noite de intenso prazer Qual loba enfeitiçada pelo luar Qual fera que no seu íntimo deseja despoletar Esta paixão ardente de por as estrelas a corar   Desperta, liberta-te, vem-me possuir Sou teu, és minha, quero te sentir Estás enfeitiçada… não podemos fugir A este nosso destino travesso, virado do avesso Que nos faz (...)