Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Vento do Norte

25.06.23, MM
Vou vivendo em fogo cruzado Chamas ardentes que teimam em queimar Pensamentos que alucinam no coração E eu sem noção Sigo caminhos desnorteados Tentando a absolvição alcançar Mas não me assiste a razão E eu vou vivendo em sentimentos ostentados Que não consigo controlar    Talvez o meu destino esteja trilhado Talvez o vento do norte esteja delineado   Caio, levanto e teimo em continuar No horizonte há sempre alguém com aquele olhar Fogosidades de quem me tenta intimidar Mas (...)

Primavera!

21.03.23, MM
Soam os rufos dos tambores celestiais  Abrem-se as alas aos ventos renascentes Brisas quentes trazendo coloridos ancestrais Brinda-se à chegada dos pássaros valentes   Frenesim de quem fecha os olhos e sente no coração Esperanças renascidas cultivadas na terra nua Noites amenas despertando a paixão Uivos ecoados honrando a sedutora lua   Alegram-se os dias, toldam-se as vontades Roupas caindo brindando à liberdade Brotam da terra aromas emaranhados em leviandades  Libertam-se (...)

Equilíbrio

16.03.23, MM
Vamos aos poucos perdendo o equilíbrio da vida. Quando nos perguntam se estamos bem, está supostamente predefinido dizer que sim, porque é isso que as outras pessoas esperam ouvir, de forma a que cada um possa prosseguir o seu caminho, sem aquele constrangimento de não ter tempo para ouvir os dramas e os dilemas de outra pessoas, tanto mais, que todos nós já carregamos a nossa cruz. Mas muitas vezes aquele "estou bem" é o primeiro grito de um apelo mudo mas desesperado à espera (...)

Era uma vez...

12.03.23, MM
Esta é a minha história Sem Pedro e sem Inês  Trágico-comédia Sem era uma vez Ele era Miguel Ela era Maria Mas o amor que acontecera Esmoreceu um dia Mundo desmoronado Num manto de ilusão E numa vida construída Viu fugir o seu chão  Mas a vida continuou Mesmo que atormentado Renascido das cinzas  Quando o coração despertou Ele era Miguel Ela tinha nome de flor Que nos nos seus singelos campos Fez renascer um novo amor Um amor impossível Como de Pedro e Inês Difícil de esquecer Contrar (...)

Renascer

22.12.22, MM
  E do silêncio se fez grito quando a minha alma se dilacerou Tormentos sofridos em prantos de traição Sentimentos enterrados escondendo a solidão Sonho encantado que um dia se desmoronou Mas a vida continuou   Bati de frente com um novo amor Frio na barriga, borboletas a esvoaçar Noites inteiras imaginando um novo luar Pétalas perfumadas de uma nova flor  Mas foi apenas um sonho de encantar   Renasci em amores do antigamente Químicas e físicas explodindo de prazer Memórias (...)

Deixar ir

04.12.22, MM
Naquele jardim há uma árvore, imponente, viçosa, como os seus ramos verdes, como se fossem longos braços estendidos, agradecendo ao sol pela dádiva da vida. Faz porto de abrigo para os passarinhos que ali cochicham animadamente, em rituais de sedução e de acasalamento. Faz sombra para os caminhantes que ali descansam antes de prosseguirem as suas jornadas. Mas é no aconchego da noite que é cúmplice e conhecedora dos mais íntimos segredos,  onde os amantes ali se encontram às (...)

Simples amigo

20.11.22, MM
Há histórias que um dia ficaram por contar Desejos de beijos que não chegaram a acontecer Sentimentos enclausurados por revelar Esperanças renovadas num novo amanhecer   Deixa o manto da noite te aconchegar Sonhos que o coração deseja viver Embriagados no néctar dos deuses Embalados em melodias de encantar Relaxa, vou-te preparar o jantar Luz das velas, lareira acesa É hora de brindar Corpos entrelaçados neste sentimento Eloquências de quem quer amar De alma, de coração Viver (...)

Cansei-me

03.09.22, MM
Cansei-me de histórias antigas em enredos viciados,  Promessas perdidas em destinos não traçados  Lembranças do que podia ter sido mas nunca aconteceu Química forte que um dia esmoreceu   Cansei-me de quem passa o tempo a adiar "É para próxima que hoje não vai dar" "Vai com calma que um dia vai acontecer" Mas o tempo passa e apenas eu fico a perder   Cansei-me de quem fica no limbo do meu ser Sem saber se quer entrar ou desaparecer  Indecisões escritas em mensagens codificadas Ilus (...)

Desde quando

28.07.22, MM
Desde quando é que tens medo Desde quando o nosso amor virou segredo Desde quando perdemos a inocência E os mais puros sentimentos viraram indecência   Desde quando achas que universo nos separou Se as nossas almas se continuam a amar Os deuses dizem que a nossa história ainda não acabou E nas estrelas está escrito que juntos vamos ficar   Desde quando deixei de fazer parte dos teus pensamentos E jogaste as nossas promessas de amor aos sete ventos Murmurávamos ao tempo que juntos (...)

O fim e o princípio

02.06.22, MM
Há assuntos complicados de falar, quer pela sua natureza, sensibilidade e repercussões. O divórcio significa quase sempre o fim de um percurso trilhado a dois, de projetos que um dia ficaram interrompidos abruptamente por uma ou ambas as partes, de sonhos que ficaram por realizar. Mas sempre tive consciência que são situações próprias da própria vida, de sentimentos que esmorecem, de trilhos que são traçados separadamente, de um conjunto por vezes extremamente complexo de (...)