Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Desejos...

14.10.21, MM
Gostava de te ler como um maestro lê a sua partitura E no desnudar da tua alma, levar-te à loucura Seguir as linhas do teu corpo como quem traça um mapa cartográfico Invadir o teu íntimo até chamares-me de pornográfico Corta! muda de plano, nova posição, luzes, câmara, acção! Repetimos a cena mais uma vez, ou duas, ou três! Na sala, no quarto, ou simplesmente no chão, que perdição!   Gostava de te sussurrar doces palavras ao ouvido Com a mesma doçura que um chef prepara (...)

Perdida na minha escrita

02.10.21, MM
Perdes-te nas entrelinhas da minha escrita Absorvendo carnalmente tudo que nela habita Demónios projetados da minha alma vagabunda  Que no teu íntimo penetram de forma profunda E tu, rendida, entregas-te voluptuosamente Aos braços de quem agarra firmemente   Letras que te tocam em tons silábicos  Melodias em palavras encantadas no teu ser Dedos mágicos provocando arrepios de prazer E tu, perdida,  Tentas fugir de um verso inacabado Mas não consegues, preferes viver o pecado Mais (...)

Espero-te às oito

19.09.21, MM
Espero-te às oito Mas queria-te de quatro E nas minhas fantasias Enlouquecia-te no meu quarto Olhar atrevido e tu nem fingias Que te desnudava sem cortesias Roupa espalhada numa noite aluada Corpos no cio à espera do coito Tu libertina e eu já todo afoito Quente, ardente, já excitada Toque eloquente, pele arrebitada Beijos, desejos, ensejos Nesta ânsia louca de te tocar Invadir, sentir, de em ti emergir Entrar e sair Assim, mais um pouco Deixa-me louco Que eu prometo levar-te a ver (...)

Degustar

08.08.21, MM
Embriago-me no meu copo de vinho E na coragem tento fazer-te o fadinho Convenci as nuvens a deixar resplandecer o luar Implorei à maresia que te deixasse ver o mar E sob a luz das estrelas declamei o meu amor Em poemas versados no teu glamour Dedicados a ti, minha princesa Reflexo da tua essência e da tua beleza   Desfruto mais um pouco deste néctar da vida Que aos deuses foi sorrateiramente surrupiado E mesmo que fique por ti embriagado, hipnotizado Que a nossa relação seja proibida Viaja (...)

O banho

29.07.21, MM
  Chego a casa quase moribundo, de semblante pesado, reflexo de um dia cansativo. O calor abrasador de fim de tarde sufoca o todo o meu corpo, todo o meu ser. Sinto uma necessidade urgente de sentir a água a cair em cima do meu corpo desnudado. Abro a torneira do chuveiro como quem abre a fonte da vida. Vou despindo a roupa colada ao corpo como quem despe a alma, peça a peça, lentamente, ao som harmonioso da água a cair, a chamar por mim, desejando percorrer o meu corpo suado, (...)

Nosso refúgio

27.07.21, MM
  ...estenderia o meu braço e dar-te ia a minha mão. Suave toque sobre a tua pele macia, quente, ardente. Fixaria os meus olhos nos teus, e no silêncio do olhar diria todas as palavras extraídas do fundo do meu coração, sem filtros, sem artimanhas, sem sintaxe ou verificação ortográfica. Desnudaria a minha alma, o meu ser, todo o vibrar do meu corpo extasiado com a tua presença, mostrar-te-ia o palpitar de um coração a fervilhar de amor, de desejo ardente por aquele beijo (...)

Um momento perdido

08.06.21, MM
  Só queria uma oportunidade Nem que fosse um momento perdido Eternizava esse momento Para que jamais fosse esquecido   Vagueava sob a tua pele nua Nesse momento perdido  E nesse momento perdido Levava-te até à lua Beijava-te de cima a baixo Voltando lentamente a subir Onde eloquentemente fazia-te sentir O prazer que no teu corpo eu encaixo Física quântica Frases asmáticas Química perfeita  Que na tua geografia encaixa  E mais um vai-vem Mais uma viagem à lua Êxtase meu de (...)

Envolver

09.05.21, MM
Deixa o amor ganhar asas, extravasar, correr-te na veias, Deixa o desejo possuir-te, emaranhar-se nas suas teias, Deixa-te envolver… sentir o sangue a fervilhar, a pele a arrepiar Deixa-te levar pelo deleite dos secretos desejos Toques ardentes, olhares penetrantes Volúpias perdidas em escaldantes beijos Libertados numa noite ao luar Qual loba misteriosa Amarrada nos seus íntimos segredos Esperando o momento certo para os despertar   Deixa acontecer o que tiver de ser Deixa o meu (...)

Liberdade dos amantes

25.04.21, MM
Houve um tempo de sentimentos aprisionados Que dos corações não podiam ser libertados Viviam constrangidos condenados à agonia Mergulhados num poço de água fria Nas areias do tempo enclausurados   Houve um tempo de amores proibidos Olhares caídos, sorrisos entristecidos Sufocados em palavras silenciadas Murmúrios em lágrimas derramadas Que em rios de silêncios ficaram detidos   Houve um tempo em que tudo mudou O adormecido coração finalmente despertou Dos confins do universo (...)

Rabiscos

21.04.21, MM
  A vida são meros rabiscos Que nas areias do tempo teimamos em desenhar Por vezes surpreende-nos uma obra de arte Admirável, memorável, de um universo à parte   Outras… pedras lançadas ao vento difíceis  de decifrar   Não obstante a virtuosidade de saber rabiscar De transformar, de idealizar, de concretizar Dos pontos das constelações saber ligar Torna-se inútil, se a ponta do lápis apenas esborratar Assim é a vida, assim é o amor… Assim é a alegria, assim é a dor Po (...)