Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Insanidades

06.04.24, MM
Acordo estremunhado ao som da chuva que cai copiosamente. Forço novamente o sono mas a espertina já se tinha instalado. No meu pensamento apenas surge a tua imagem e o meu desejo de te ter aqui. Dou voltas na cama como se procurasse o calor do teu corpo, como quem procura a serenidade de um abraço aconchegante, daquele beijo carinhoso. O barulho de um carro a trabalhar na rua interrompe os meus pensamentos e questiono-me que horas serão. Seis da manhã e já há quase uma hora que me (...)

Angústias

22.11.22, MM
Percorro o caos que habita em mim Pétalas perfumadas do teu jardim Que deixaste espalhadas por aí E eu aqui, sem ti Angústias perdidas sem ver o fim   Divago mais um pouco por entre sentimentos Que nunca tive coragem de revelar Coisas que sinto cá dentro do meu âmago Num coração que não pára de sangrar   Turbilhões de emoções viajam nos meus pensamentos Partir, ficar, desistir, continuar Futuro incerto num destino certo Que não consigo decifrar   Desperto ao som da chuva (...)

Erotismos - Luzes da Cidade

01.11.22, MM
  "Quero que conheças um lugar".  É desta forma que te convenço a irmos a um sitio carregado de magia e encantamento. Saímos do carro, caminhamos um pouco por um caminho ermo e subimos à fraga mais alta que conseguimos. No horizonte, a vista é simplesmente deslumbrante, somente ofuscada pelo teu hipnotizante sorriso, no qual eu me perco maravilhado, tal qual um adolescente diante do seu primeiro amor. A noite está quente, abafada, silenciosa. Por cima de nós não há estrelas (...)

Pauta musical

09.06.22, MM
Solto os acordes que prendem-me à vida Dedilhados em choros de melodias teimosas São lágrimas que no coração perfuram Sentimentos perdidos de uma vida sentida Entrelaçados nas cordas de tardes chuvosas Sonidos aleatórios que no tempo perduram   Viajo nas intermitências de uma pauta musical Caminhos tortuosos que me levam à tua essência Rendo-me aos encantos do canto primordial E no despir da alma, perco a decência Que eloquência  Visões extraordinárias perpetuadas no meu olhar (...)

Rapazinho de sorriso rasgado

11.02.21, MM
  Chovia torrencialmente naquela tarde. O céu em tons de breu fazia lembrar os filmes apocalípticos, onde literalmente o dia parecia ter sido engolido por uma noite de trevas. Perante aquele acontecimento repentino, havia pessoas completamente aterrorizadas, deambulando de um lado para o outro, tentando encontrar um porto de abrigo, abrigando-se como podiam ou recolhendo-se às suas casas.  No entanto, no meio daquele caos emergente, surgiu naquela rua quase inundada, um rapazinho de (...)