Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Aconchego Outonal

29.09.21, MM
  Na melancolia dos dias que agora passam Finda o entardecer sob as folhas caídas Esvoaçando alegremente levam ternas lembranças Embaladas nas brisas outrora quentes e que agora se esfumaçam Terminando em delírio nas mãos das sorridentes crianças   As graciosas árvores perdem o seu pudor E folha-à-folha vão ficando completamente despidas Cenários perfeitos encantados em cores garridas Tintas desvairadas que na tela são domadas pelo seu criador Numa obra prima carregada de (...)

Meu caminho...

23.08.21, MM
Caminho solitário sobre as pedras que me encantam Calçada entrelaçada que por mim foi chorada Lágrimas doces que os meus olhos decantam Melodias embaladas no reflexo do teu terno olhar Ânsias eloquentes, ardentes Aguardando aquele singelo momento dos teus lábios beijar   Assim passo os meus dias intermináveis Navegando sobre sonhos de mundos admiráveis Declamo por entre-linhas letras de poetas afamados Palavras malditas escritas em papiros enfeitiçados Dores austeras em (...)

Nosso refúgio

27.07.21, MM
  ...estenderia o meu braço e dar-te ia a minha mão. Suave toque sobre a tua pele macia, quente, ardente. Fixaria os meus olhos nos teus, e no silêncio do olhar diria todas as palavras extraídas do fundo do meu coração, sem filtros, sem artimanhas, sem sintaxe ou verificação ortográfica. Desnudaria a minha alma, o meu ser, todo o vibrar do meu corpo extasiado com a tua presença, mostrar-te-ia o palpitar de um coração a fervilhar de amor, de desejo ardente por aquele beijo (...)

Um momento perdido

08.06.21, MM
  Só queria uma oportunidade Nem que fosse um momento perdido Eternizava esse momento Para que jamais fosse esquecido   Vagueava sob a tua pele nua Nesse momento perdido  E nesse momento perdido Levava-te até à lua Beijava-te de cima a baixo Voltando lentamente a subir Onde eloquentemente fazia-te sentir O prazer que no teu corpo eu encaixo Física quântica Frases asmáticas Química perfeita  Que na tua geografia encaixa  E mais um vai-vem Mais uma viagem à lua Êxtase meu de (...)

Rio

06.06.21, MM
Rio… Que nos silêncios das tuas águas lês os meus pensamentos Que conheces os meus segredos e tormentos Que desnudas a minha alma dormente Sabedora do meu amor eloquente E no entanto Quando te pergunto, porquê? Remetes-te ao silêncio profundo Murmurando, conspirando, ignorando o meu mundo O meu sofrimento, o meu lamento.   As águas onde chorei já passaram Já vão distantes Retidas nas recordações dos amantes Em que apenas as memórias ficaram... Mas és rio, majestoso, corres (...)

Envolver

09.05.21, MM
Deixa o amor ganhar asas, extravasar, correr-te na veias, Deixa o desejo possuir-te, emaranhar-se nas suas teias, Deixa-te envolver… sentir o sangue a fervilhar, a pele a arrepiar Deixa-te levar pelo deleite dos secretos desejos Toques ardentes, olhares penetrantes Volúpias perdidas em escaldantes beijos Libertados numa noite ao luar Qual loba misteriosa Amarrada nos seus íntimos segredos Esperando o momento certo para os despertar   Deixa acontecer o que tiver de ser Deixa o meu (...)

Liberdade dos amantes

25.04.21, MM
Houve um tempo de sentimentos aprisionados Que dos corações não podiam ser libertados Viviam constrangidos condenados à agonia Mergulhados num poço de água fria Nas areias do tempo enclausurados   Houve um tempo de amores proibidos Olhares caídos, sorrisos entristecidos Sufocados em palavras silenciadas Murmúrios em lágrimas derramadas Que em rios de silêncios ficaram detidos   Houve um tempo em que tudo mudou O adormecido coração finalmente despertou Dos confins do universo (...)

Partir

29.03.21, MM
Sigo serenamente o meu caminho Pelas trilhos de velhos caminhantes Outrora paragem de grandes amantes Que ali degustavam um pouco de vinho   Parto serenamente rumo ao meu destino Sonhos prometidos desde menino Vivendo novas aventuras Fantasias e loucuras Histórias partilhadas Em rotas traçadas  Pelo sentimento, alento   Ponho-me a caminho com vista na felicidade Levando comigo o amor e a saudade Talvez nos encontremos por aí Nos campos, nas serras, nos pensamentos Mas não ouvirás (...)