Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Momentos de solidão

23.10.21, MM

momento de solidão cópia.jpg

Pressinto na brisa eletrizante a tempestade a chegar

Nuvens aglomeram-se como guerreiros desafiadores

Trespassando as altas montanhas com se fossem gladiadores

Pequenos remoinhos fazem as folhas vibrar

E as afoitas formigas correm, correm sem parar

Sabem os segredos do tempo, sabem bem o que se vai passar

E eu, contemplo o avermelhado majestoso do céu

Que em breve estará coberto do negro véu

 

A noite escurece no silêncio temerário da solidão 

Onde as brumas do deserto invadem o pensamento

Lembranças, inseguranças, o mesmo tormento

Ventos agrestes e mais um fragmento caído do coração

Relâmpagos invisíveis iluminam uma casa abandonada

Em trovões sem ecos numa alma anestesiada

Deambulando solitária e desamparada

Rosto caído, olhar no chão

Mais uma lembrança, mais um momento de solidão

 

Rangem as árvores no compasso dos ventos

Melodias sonoras nos acordes dos meus lamentos

Recordações que não passaram no crivo dos tempos

E eu aqui, recordando esses ternos momentos

Lágrimas chorosas caindo na chuva copiosamente

Reflexos de um amor proibido, escondido, latente

Afogado em mais um copo de vinho numa lareira ardente

Dormências, clarividências ou penitências

Alma perdida num corpo moribundo

Desejando parar o tempo por um segundo

Regressando ao dia em que te conheci, que em ti vivi

Mais um recordação, mais um fragmento caído do coração

Rosto caído, olhar no chão

Mais uma lembrança, mais um momento de solidão

2 comentários

  • Imagem de perfil

    MM

    26.10.21

    Há momentos assim... de solidão
    Muito grato pela visita! Uma boa noite!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.