Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Incerteza

27.03.22, MM

incerteza cópia.jpg

Espreitava o telemóvel a cada momento

E a tua imagem não me saía do pensamento

Caixa vazia sem nenhuma notificação 

Tentando perceber a verdadeira razão

 

O meu dia ia esmorecendo pouco a pouco

E ao anoitecer já me sentia quase um louco

Como seria possível teres-te esquecido de mim

Dos nossos passeios pelo jardim

Onde sonhava com o teu beijo envolvido em lençóis de cetim

 

Será que tudo foi minha ilusão 

Traição perpetuada pelo meu coração 

Será que sentia este amor pelos dois

Ou será que te lembraste e não me quiseste dizer

E no anoitecer, choraste depois

 

Viajo neste limbo de incerteza

Partir, ficar, deixar ir, lutar

Ou será que me estou a enganar

Onde apenas eu vejo o sol a raiar

Num mar feito de névoa e tristeza

 

Deambulo mais um pouco por entre o corredor vazio

Lágrimas caídas em mais uma madrugada amargurada

Espreito a janela e ouço os passarinhos a chilrear 

Segredos proibidos que não me ousam contar

Eles sabem o que se está a passar

Mas não me contam

Não me querem magoar