Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Ilusões da vida

29.04.21, MM

MM ilusões da vida cópia.jpg

 

 

Não vivas o que podia ter sido

Vive o que ainda pode vir a ser

Nesta vida ninguém está condenado

A viver apenas para sofrer 

 

Falam dos amantes que se envolveram em noites de loucuras

Mas ninguém quer falar das relações vividas de amarguras

Das ilusões esfriadas nos quentes corações

Dos sonhos que um dia viraram desilusões

 

Julgamos que a cruz temos de carregar

Por escolhas do longínquo passado

Prisioneiros de barcos sem timoneiros

Águas evaporadas num qualquer chuveiro

Perdidos em lágrimas de desencanto

Caídas em noites de intenso pranto

Assim são as vidas desalentadas

De quem vive em profunda solidão

Camas juntas mas separadas

Tristeza profunda no coração

 

Vivem numa liberdade ilusória 

Presas a uma realidade condenatória 

Sorrisos forçados para agradar

Amando alguém sem poder amar

Águas cristalinas escondidas

Toques furtivos em zonas proibidas

Tentando a alma serenar

E por vezes a felicidade

Está num sorriso que não deixamos entrar

Numa janela que teimamos em fechar

E com receio de errar, perder

E com medo de arriscar, sofrer

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.