Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

devaneios

05.05.21, MM

MM devaneios.jpg

Sentado junto ao rio divago sobre a vida, sobre a natureza. Observo enternecido dois passarinhos que indiferentes a tudo interagem entre si, e eu questiono-me o que eles tanto "falam"? Talvez das aventuras passadas em pleno voo, das maravilhas que observam, dos lugares fabulosos e campos verdejantes que sobrevoam, altivos, senhores do seu destino. Talvez saibam muitos segredos, passagens secretas ou até mesmo dos amantes que se encontram às escondidas. Mas apesar da minha curiosidade, não os ouso interromper, não seria apropriado.

Em conivência no mesmo espaço, encontram-se as graciosas borboletas, esvoaçando alegremente como se nada as preocupasse, livres de tudo o que as possa prender, espalhando sensualidade a cada bater de asas. Em terra, pequenos insetos observam maravilhados a dança eloquente dos pássaros, talvez também eles gostassem de viver um amor assim, mas não tem tempo para isso, a vida está cheia de predadores e ainda têm tanto para fazer antes que cheguem as primeiras chuvas.

Uma ligeira brisa atira para as águas calmas do rio pequenas folhas, transformando em pequenas embarcações que embelezam a paisagem. Levanto-me para lançar uma pedrinha à água tal qual uma criança feliz, talvez no desejo de desestabilizar toda a harmonia existente. Aproximo-me e vejo o meu reflexo e percebo que talvez o rio tenha lido os meus pensamentos, os meus mais secretos desejos e devaneios... Uma suave brisa parece-me sussurrar sensualmente o teu nome. Sinto um calor e só penso: hoje está um maravilhoso dia para fazermos amor!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.