Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fragmentos de Miguel Moreno

recordações, paixões, aventuras de quem já viajou por todo o país... a vida é bela

Caminhar

06.03.22, MM

 

Não insisto mais na ânsia de te procurar

Segue o teu caminho, a vida faz-se a caminhar

Também eu caminharei, sozinho

Mas no coração, sempre te guardarei com carinho

 

Letras solução dentro de mim

Palavras que mal consigo pronunciar

São sentimentos aflitos, escondidos

Frases esborratadas num qualquer banco do jardim

Que nem o tempo consegue apagar

E eu aqui, assim

Perdido em volúpias de um toque ausente

Lua minguante que nunca será crescente

Sílabas que nunca chegarão a brotar

Num mar feito de lágrimas errantes

Esquecidas no pouso dos pássaros cantantes

Sem o Sol e a Lua a namorar

E eu, continuarei a caminhar

Sozinho

Melodias que na saudade fazem o vento chorar

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.